Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1




Partilhe esta Página





Total de visitas: 651246
ENTREVISTA COM GIORDANA MEDEIROS
ENTREVISTA COM GIORDANA MEDEIROS

ENTREVISTA COM GIORDANA MEDEIROS

 

 

  1. De onde você é? Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

 Eu sou de Brasília e desde criança escrevo. Minha maior influência veio de meus pais que, na minha infância, compraram a coleção do Sítio do Pica-pau amarelo. Logo nas primeiras páginas do clássico de Monteiro Lobato, criei uma enorme paixão por livros.

 

  1. Você já leu muitas obras e lê frequentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

 Inúmeras, sou uma leitora ávida. Em casa, tenho uma biblioteca de mil livros nos quais me delicio diariamente. Adoro todos os gêneros, poesia, contos, crônicas e romances.

 

  1. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

 Sim. É um hábito que cultuo desde a infância.

 

  1. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

 Hoje em dia, não leio muitos sites de escritores, mas sempre lia o que fora criado pelos meus amigos que também são escritores.

 

  1. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma, se eu a lançasse?

 Sim, sempre participo. É uma maneira de ter meu trabalho publicado.

 

  1. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

 Acho difícil indicarem-me para uma Academia, mas adoraria ingressar em alguma.

 

  1. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

 Não tenho ideia. Sei que foram muitos.

 

  1. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso? 

 Tenho dificuldade com o verso. Não consigo impor ritmo às minhas poesias.

 

  1. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

 Sim, acho que é geral publicar pelo Agbooks. Conheço um monte de escritores que o fazem.

 

  1. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

 Eu não tenho preferência por temas. Depende do eu estado de ânimo. Já criei assassinos e verdadeiros poetas. Não me prendo a um tema específico. Gosto de escrever sobre sentimentos, na verdade, e nisso me baseio na grande Clarice Lispector.

 

  1. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

 Gosto de música e muitos dizem que minhas obras são extremamente musicais.

 

  1. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

 Gostaria de viver do que escrevo. Mas sei que este desejo é uma utopia em um Brasil de poucos leitores.

 

  1. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

 Como disse, o brasileiro não lê. É difícil vender livros em um país cuja produção cultural não atrai tantos leitores.

 

  1. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

 Gostaria, mas não tenho como pagar. Sou bancária e vivo de ordenado. Se fosse registrar toda minha obra com certeza ficaria sem salário.

 

  1. Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade? 

 Sim, vários. Mas vendê-los é extremamente difícil.

 

  1. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

 Não, foi a primeira vez que ouvi falar desse escritor. E é a primeira vez que participo deste concurso.

 

  1. Você trabalha com literatura inclusive para aumentar sua renda ou a leva como um delicioso hobby?

 É, ainda, um delicioso hobby.

 

  1. Você trabalha(ou) fora da literatura?

 Sou formada em Direito, sou advogada, mas trabalho como bancária no Banco de Brasília. Sociedade de economia mista daqui da minha cidade.

topo