Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 405728
ENTREVISTA COM EDVÂNIA RAMOS
ENTREVISTA COM EDVÂNIA RAMOS

  1. De onde você é? Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

 Sou de Sergipe, nasci na Fazenda Belém, município de Porto da Folha e hoje resido em Aracaju. Comecei a escrever aos doze anos. Era uma das melhores alunas em redação.  Nessa época,eu escrevia pequenos romances para minhas amigas em folhas de cadernos e  vivia nas bancas de revista,trocando e adquirindo romances pra ler.  Depois que li “Uma garota especial’’ de Susan Napier (coleção Júlia, nº 371),eu fiquei fascinada pelo romance. Percebi que os protagonistas do romance tinham tudo a ver com os personagens que eu trazia na mente, Daí então, eu não parei mais de escrever. Tenho quinze livros escritos (Romances).

 

  1. Você já leu muitas obras e lê frequentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

Sim.  Li vários livros. E leio até hoje! Adoro ler romances, mas também leio poesias e contos. (e até escrevo alguns, também). Citar um autor seria difícil, porque são vários que eu adoro! Mas, o Machado de Assis me completa,porque, quando estudante, tinha ‘’raiva’’ de ler os livros dele, porque tudo pedia um dicionário (risos). Mais tarde, me apaixonei pelos escritos dele.  Outras paixões vieram,tais como: Sidney Sheldon,Eça de Queirós,Lima Barreto,Nicholas Sparks,Augusto Cury,Paulo Coelho,Martha Medeiros,Zibia Gasparetto e por ai vai...

 

  1. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

 Sim.  Peguei esse costume lendo o livro da Zíbia Gasparetto: Entre o amor e a Guerra. Aliás, chorei muito lendo esse livro! Parabéns à escritora.

 

  1. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

 Sim. Vários. Não que não sejam consagrados, mas, que estão um pouco mais ocultos. Você é um deles! Te admiro muito e isso é fato!Você é um escritor maravilhoso!Ai vem os nossos amigos, Domingos Pascoal, Alaide Souza Costa,Jan Oldenburg,Deusa orquídea, Nalva Dias,Gil Façanha,Lin Quintino,Marlete Alves,Emerson Maciel. Nossa! São muitos!

 

  1. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma se eu a lançasse?

Sim. Já participei de várias Antologias Poéticas! E acho que isso é muito importante para divulgar o nosso trabalho. Seria uma honra participar de uma Antologia lançada por você...

 

  1. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

 Ainda não pertenço a nenhuma Academia de Letras,mas aceito, com muito prazer as indicações.

 

  1. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

Exatamente, não saberia dizer.  Até porque muitos eu joguei fora! Mas, escrevi bastante! Escrevo em qualquer papel que encontro.   Tenho essa mania! Perdi recentemente, dois capítulos do livro que estou escrevendo. Caiu dentro do ônibus,cerca de umas vinte folhas de oficio!Não sei como aconteceu...

  

  1. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso?

Não.  Tudo depende do momento... 

 

  1. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

Sim.  Posto pouco do que escrevo.  Mas,quando posso, deixo alguns escritos no facebook e nos grupos poéticos.

 

  1. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

Os dois.  Muitas vezes, escrevi contos baseados no que estava vendo ( e quando não gostava do que via, mudava a história para como gostaria que fosse...). A vida real ás vezes é muito cruel, então seria muito bom ter um ‘’super heroi ‘’pra fazer a diferença.  E os poetas podem, não? (risos)

 

  1. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

 Sim. Aprecio tudo o que é arte.  Vou a museus,apresentações musicais. Não estou envolvida em outro tipo de arte,mas,se pudesse, faria música!Acho lindo quem canta,toca instrumentos musicais.  Admiro muito.

 

  1. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

Esperar,esperamos sempre o melhor,mas infelizmente, a cultura no nosso país não é muito valorizada!Mas, continuo sonhando com dias melhores...

 

  1. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

Infelizmente, poucos gostam de ler.  Na verdade, muita gente só busca livros, quando são obrigados por cursos que estejam fazendo. Se todos buscassem ler um livro por mês, isso ajudaria muito na cultura do nosso país.

 

  1. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

Sim. Eu os registro.  Isso é muito importante para garantia de segurança do nosso trabalho.

 

  1. Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade?

Sim.  Tenho dois livros solos publicados: O Invasor (2012).  E agora com o apoio da LP-Books, trago ao publico, Desejos da Alma (2016). A venda tem sido bem produtiva, graças à Deus. 

   

16. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

Não o conheço pessoalmente, mas conheço o seu trabalho, que aliás, é encantador! Você é um homem de rica cultura e conhecimento literário.

 

  1. Você trabalha com literatura inclusive para aumentar sua renda ou a leva como um delicioso hobby?

Os dois.  Se um dia, parar de escrever sei que algo muito especial irá morrer dentro de mim! Então, mesmo que não venha publicá-los, jamais deixarei de sonhar sobre as folhas de um papel!A leitura me deu asas de cores esplendidas!Me fez conhecer o lado bonito da vida.  Escrevendo, eu vejo luz onde não existe;sinto perfumes que nunca usei e desvendo mistérios que nem eu sabia ter...Escrever é tudo!

 

topo